FREYRE (GILBERTO) - CASA-GRANDE & SENZALA

FREYRE (GILBERTO) - CASA-GRANDE & SENZALA

SKU: 15860
€200,00Preço

FREYRE (GILBERTO) - CASA-GRANDE & SENZALA
Formação da familia brasileira sob o regimen de economia patriarchal.
Maia & Schmidt. Rio. 1933 [no frontispício; 1934, na capa]. In-4º peq. de XLIV-517-III págs. Br.


Trata-se da RARA 1ª edição da obra maior de Gilberto Freyre, e uma das mais marcantes de toda a literatura brasileira.


Esta 1ª edição data de 1933, data indicada no frontispício; curiosamente a data que figura na capa anterior da brochura é a de 1934. a 2ª edição é de 1936 e até à data, ao longo de mais de 80 anos, já se publicaram mais de 50 edições da obra.

Wikipédia:

"Casa-Grande & Senzala é um livro do sociólogo brasileiro Gilberto Freyre publicado em 1933.

"Freyre apresenta a importância da casa-grande na formação sociocultural brasileira, assim como a da senzala na complementação da primeira. Além disso, Casa-Grande & Senzala enfatiza a formação da sociedade brasileira no contexto da miscigenação entre os brancos, principalmente portugueses, dos escravos negros das várias nações africanas e dos diferentes povos indígenas que habitavam o Brasil.

"Na opinião de Freyre, a própria arquitetura da casa-grande expressaria o modo de organização social e política do Brasil, o patriarcalismo. Tal estrutura seria capaz de incorporar os vários elementos que comporiam a propriedade fundiária do Brasil Colônia. Do mesmo modo, o patriarca proprietário da terra considerado dono de tudo que nela se encontrasse: escravos, parentes, filhos, esposa, amantes, padres, políticos. Este domínio se estabeleceu incorporando tais elementos e não os excluindo. O padrão se expressa na casa-grande que é capaz de abrigar desde escravos até os filhos do patriarca e suas respectivas famílias.

"Freyre também desmistifica a noção de determinação racial na formação de um povo, e dá maior importância aos fatores culturais e ambientais. Com isso refuta a ideia de que a miscigenação teria levado à uma raça inferior no Brasil. Antes, aponta para os elementos positivos da formação cultural brasileira oriundos desta miscigenação entre distintas culturas."

Exemplar em bom estado geral de conservação apesar das ocasionais manchas de acidez. Conserva o grande desdobrável no final. Tem antigo carimbo a óleo de biblioteca particular de Espinho, no princípio, meio e fim do volume.

RARO.